05 maio 2014

Quero ser velha

Google Imagens - você vê uma jovem ou uma velha?

Parece que querem criar uma ilusão em torno de envelhecer, não há nada de melhor idade. A frase anterior não é criação da minha cabeça, é a experiência de uma senhora lúcida em seus mais de 80 anos. Na correria do dia a dia, gente jovem, geralmente, não sai pensando coisa assim, prefere tratar o velho burocraticamente - quer expressão mais burocrática do que "idoso"?

Quando eu era pequena - tenho 30, não venham me dizer que faz tanto tempo assim - todo mundo falava em demasia a palavra velho para as pessoas de mais idade, sem medo de parecer grosso, inconveniente. Morreu a velhinha da rua de baixo. Ajude o velhinho a atravessar a rua. Quero ser um velhinho igual ao senhor. E por aí em diante.

Idoso é um bom termo sim, mas formal, tecnicamente desprovido de carinho. Não cabe nem diminutivo, vejam só. Quem quer mostrar mais afetividade com a pessoa velha, pode chamá-la de velhinha. Os diminutivos - quando a intenção não é diminuir moralmente - têm mesmo essa carga de sentimento bom: mãezinha, vovozinha, filhinho, amiguinho. Essas expressões estão todas cravadas aí e não me deixam mentir. Idosinho, por outro lado, soa mal, não existe na prática. Eu, pelo menos, nunca ouvi.

Então, por que essa coisa de não chamar mais o velho de velho? Deve ser porque quase ninguém mais lida bem com a ideia de envelhecer, ainda que todos saibam que a juventude é passageira (e a passagem é rápida). Antigamente até as coisas velhas eram vistas de outra maneira; consertadas se enguiçavam, assumiam outra função. Hoje, chamar de velho é chamar de inútil. Infelizmente.

Eu sei que é fácil falar de velhice quando se é jovem, se é esse o seu argumento. Mas, por favor, ao cruzar comigo na rua daqui a alguns anos, sem lembrar o meu nome, não perca a chance de me apontar como aquela velhinha de cabelo branco, azul, roxo... Essa coisa de idoso fica só entre mim e as campanhas do Governo Federal.

3 comentários:

Rafael Belo disse...

Ser velho é ruim por que? Quanto chegam à velhice.faça me o favor , quero me ver velho e cheio de livros escritos e ainda por escrever. Apoio-te Is hehehe bjs

Helena Frenzel disse...

Quero ser velha também! Ótimo texto! ;-)

Cristina Vanuzzi disse...

A boa e VELHA psicanálise explicam, no meu ponto de vista: melhor idade, pessoas especiais, afro isso ou aquilo, simpatizantes, etc...não acredito que seja para combater o preconceito. O preconceito na verdade está em quem perpetua essas "denominações" que andam aparecendo....se vc está consciente e enfrentando bem qq situação você não se incomoda com isso. Meu pai dizia que era velho mesmo, e daí? Isso acontece com todo mundo, ele dizia. E ainda dizia que era bom ficar velho, porque a gente vai se importante menos com o que não tem importância, hahaha. Pergunta pra minha mãe se ela gosta de ser chamada de velha...e a minha avó que diz que é"vó" e não bisa da minha filha? A boa e velha negação, hahaha.